OS DECEPCIONADOS COM DEUS, E O SEU JESUS DE PELÚCIA
Home news Devocionais

OS DECEPCIONADOS COM DEUS, E O SEU JESUS DE PELÚCIA

Você não pode ter uma identidade real, sem destruir as expectativas falsas, que você elaborou sobre Deus.

Pessoas em crise emocional,
por causa de uma situação de esgotamento com a igreja e comunidades de fé, frequentemente afirmam estarem decepcionadas com Deus.

Reflita: Antes de você afirmar que está frustrado com Deus, ou com a igreja, não seria melhor verificar, se não foram as suas expectativas falsas, acerca de Deus e da igreja que te frustraram e te esgotaram?

Não foi Deus quem te frustrou meu amigo. Foi o Deus que você criou, à partir das suas expectativas, que assim o fez.

Nós fomos criados à imagem e semelhança de Deus, NÃO O CONTRÁRIO!

Não temos o direito de criar um Deus à nossa própria imagem, ou seja, um Deus segundo as nossas paixões privadas, desejos, e expectativas.

Não existe um Jesus "fofinho". O Evangelho não é a história de um Cristo de pelúcia. Cantamos no domingo que Ele é o Leão da tribo de Judá, mas na segunda nos comportamos como se Ele fosse um gatinho?

Assuma. Você quer um Deus amestrado, e que atenda aos seus caprichos.

Sua cura inicia quando você entende e aceita, que o Evangelho é, em certa medida, altamente destrutivo para as suas expectativas.

E que quando Jesus ensina a orar: "Seja feita a tua vontade, assim na terra, como nós céus", ele estava demolindo o nosso projeto humano de auto-determinação.

Não é a criatura quem diz quem ela é.

Quem diz quem eu sou é o meu criador.

Texto por Thiago Santana.




COMPARTILHE:



+ lidas